Perfil

Este blog é um relato de experiências; um canal dedicado às pessoas que têm histórias, conflitos, poesias, viagens, relacionamentos para contar e pensam que as coisas malucas (e as loucuras que dão na cuca) só acontecem com elas.
Nós somos Intensas e, se você é Intensa também, vai gostar de comentar os nossos posts.
Intensa não é sinônimo de futilidade, mas de energia, persistência e emoção.
Intensas amam demais, dedicam-se demais ao trabalho, aos filhos, ou a qualquer outra atividade que estejam realmente envolvidas.
Intensas são as mulheres do mundo moderno, como nós e como vocês. Se você também é INTENSA, este é o seu lugar.
A partir de agora, você tem um encontro marcado com cada uma de nós. Sempre terá um post novinho no blog, aguardando o seu comentário e suas reações que podem ser:
220W - Curto Circuíto - Súúúper Intensa
110W - Enérgica - Intensa
60W - Luz Ambiente - Intensidade Moderada
Participe!

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Quanto tempo!

Nossa! A quanto tempo eu não sentia vontade(ou será que me faltava energia)para escrever aqui! Os últimos seis meses foram mega intensos! Consegui sair de uma relação destrutiva ( como nunca imaginei q fosse viver) e redefini algumas prioridades! Busquei me espiritualizar e ficar mais serena! Ainda tenho bastante trabalho pela frente, mas agora senti que finalmente virei adulta. As inquietações da juventude já não me deixam sem sono. Vivendo no meu tempo.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Só um grande amigo para entender a alma da gente.

Tentar e insistir, e assim,
acertar e errar.
Cair e levantar.
Pensar e sentir.
Existir e amar.
Tudo isso faz parte da tua vida.
Mas não aos poucos, pausadamente, de igual maneira, como se espera, previsivelmente.
Senão que, muitas vezes, acontece aos borbotões, abruptamente, em grandes proporções.
Pois, aprendendo a te conhecer, sei que quando dizes que é intensa, não estas apenas repetindo uma frase.
Fernanda; nesta data, desejo com muita sinceridade, que todos os teus sentimentos se revitalizem e renovem.
tu, mereces tudo de bom; e eu, agradeço (a quem?....) pela graça de ter te conhecido.

Recebi esse texto de presente de aniversário de um grande amigo. Só um grande amigo para entender a alma da gente.

Obrigada.

FZ

domingo, 6 de janeiro de 2013

Não perder o foco.....

Como é dificíl manter o foco na gente né!?
Tem épocas que é mais tranquilo, uma tranquilidade que beira o marasmo... mas dai vem  a vida com suas  surpresas e já era....foco perdido.
Se a gente não tivesse essa mania de querer controlar o incontrolavel o foco seria mantido(quase) sempre.
Vem um problema de saúde ou financeiro,
Vem o Verão,
Vem o inverno,
Vem uma paixão,
Vem um emprego novo,
Vem um desafio intelectual novo,
Qualquer coisa que tire a gente da zona de conforto ( a zona de controle) é o suficiente para a gente entrar em pânico!!!!
Na paranóia do controle!!!!!
Se a gente simplismente se permitisse falhar, viver e deixar rolar a vida seria muuuuuuito mais leve!

FZ

domingo, 9 de dezembro de 2012

Comecei um livro novo....mais um do André Comte-Sponville, Tratado do Desespero e da Beatitute.
Quando li a orelha do livro me apaixonei de cara. Vou ter que transcrever!!!! Só um pedacinho!!!! É muito bom!!! 
Nós somos prisioneiros do futuro e de nossos sonhos: de tanto esperar amanhas que cantem, perdemos o único caminho real, que é o hoje. " Assim nós nunca vivemos" , dizia Pascal, " esperamos viver..." 
......A esperança é o ópio do povo.

Adoro A.C.S

sábado, 8 de dezembro de 2012

A Chave da Porta de Frente


Acabei de assistir ao show de comemoração de 30 anos de carreira do Barão Vermelho. Foi sem querer, estava na dúvida se lia ou se achava um filme e derrepente achei o show nos seus 5 minutos iniciais. 

Estava sendo transmitido ao vivo. Fiquei tão feliz! Nunca pensei que um sábado a noite em casa fosse me reservar uma surpresa dessas.

Assistindo ao show, eu cantei, me emocionei, lembrei de tantas fases da minha vida, uma mistura de felicidade e nostalgia. Prestei atenção em alguma letras, que apesar de antigas eu ainda não tinha parado para entender, mesmo sabendo canta-las.

 Assistindo a esse show fiquei emocionada, feliz, inspirada e mais fã do Barão, que fez e faz parte da minha vida desde que eu me entendo por gente. Salve Barão Vermelho


Umas das letras que nunca tinha parado para escutar, mas sabia cantar e acho que é a do meu atual momento......


A chave da Porta da Frente


Becos escuros
Ruas desertas
Sombras, sussurros
Noites e frestas
Frio na espinha
Beijos roubados
Sexo e vertigem
Amor e pecado...
Tudo que um dia
Ja foi o motivo
Prá tanto mistério e prazer
Apodreceu
O nosso fruto proibido
E eu vim aqui hoje
Só prá dizer...
Eu quero te olhar
De um lugar diferente
Eu quero a chave
A chave da porta da frente
Eu quero agora
E eu quero prá sempre...
Restos e sobras
Porta dos fundos
Senhas secretas
Sonhos ocultos
Fugas, mentiras
Culpas e falhas
Muita espera
Prá pouca migalha...
Tudo que um dia
Já foi o motivo
Prá tanto mistério e prazer
Apodreceu
O nosso fruto proibido
E eu vim aqui hoje
Só prá dizer...
Eu quero te olhar
De um lugar diferente
Eu quero a chave
A chave da porta da frente
Eu quero agora
E eu quero prá sempre...
Eu quero prá sempre!
Eu quero te olhar
De um lugar diferente
Eu quero a chave
A chave da porta da frente
Eu quero te olhar
De um lugar diferente
Eu quero a chave
A chave da porta da frente
Eu quero agora
E eu quero prá sempre...


segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Será que sou um furação?

Nossa estou com a sensação de que as vezes sou um furação.....nesse momento perdendo força, só analisando o estrago que minha força e fúria foram capazes de fazer. Agora estou aqui esperarando essa fase confusa, reflexiva, contemplativa e de certa forma ,um pouco apática passar.......

sábado, 8 de setembro de 2012

Parar é preciso!

Ando muito acelerada. Pensamentos em alta rotação, rotina puxada, mil coisas acontecendo.....Acabo ficando ansiosa, tensa, e não consigo relaxar.

Então resolvi tirar o pé do acelerado nesse feriado. 

Resolvi dar uma "desintoxicada mental". 

Ler, ouvir música, brincar com meu afiliado, caminhar, conversar com a minha mãe, comer peixe, saladas e frutas, assistir a um filme bem levinho, ligar para as minhas amigas que não falo todos os dias.......enfim, essas coisas que só um feriado prolongado e sem uma agenda cheia de compromissos e horários nos permitem.

Ontem fui a pracinha com o pequeno e andamos de balanço e escorregador. Que delícia andar de balanço!!!! Foi tão bom quanto fazer uma massagem, cheguei a ter crises de riso enquanto andava.

Ontem li no frente da minha casa,. Sonorização: passarinhos. Ambientação: sombra de um árvore florida.
Que maravilha esse silêncio barulhento dos passarinhos e o aconchego dessa sombra. 

Ontem tomei banho com calma.

E hoje vou fazer só oque sentir vontadade, assim como ontem. Sem horário, sem agenda, sem pressão.

FZ

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Juro que é a última vez que faço isso....

Juro que é a ultima vez que faço isso, de transcrever trecos de livos que eu leio, mas esse trecho é muito bom! Muito bom para pensar!

"....por  que falei quando era hora de ouvir, por que não sosseguei com o parceiro amando, por que não bebi menos e percebi mais, por que hoje há tantos porquês onde antes havia somente um dia após o outro? Estou fadada ao temperamento que tenho? e quando finalmente percebo as armadilhas de minha condição, quando se esclarecem as dubiedades , já não há como remediar-lhes as consequências.
Entre meios e porquês percebo-me com uma frustante tendência à incompletude."

"...poderia ter sido a melhor, em alguns momentos , mas algo em mim se desinteressava quando entendia que a glória era alcançável. Era como se o me saber capaz fosse suficiente.Como se tivesse que bastar porque era feio e pequeno desejar também os aplausos do mundo ..."

 
FZ

 

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Andar de ônibus

Recentemente perdi minha carteira por excesso de pontos, então voltei a andar de ônibus.
Confesso que quando fiquei sabendo que ficaria 6 meses sem poder dirigir entrei em pânico, fiquei triste, perdida, desnorteada.
Mas depois resolvi fazer o jogo do contente e vi que andando de ônibus eu poluiria e gastaria menos, além de caminhar mais ( xô sedentarismo!!!). Além de poder olhar a cidade com mais atenção.
Ontem demorei uma hora e meia para chegar em casa.....ainda bem que estava sentada e como estava sem fone de ouvido, passei o tempo escutando a conversa dos outros. Conversar corriqueiras entre casais, entre mães e filhos, entre colegas de trabalho......pessoas normais e reais.
Me dei conta de que as pessoas normais e reais andam de ônibus. Que a grande maioria dos trabalhadores passa mais de três horas por dia dentro dos ônibus e que andar de ônibus está caro!
Então comecei a me sentir melhor, comecei a me sentir parte da grande maioria que rala tanto quanto eu e ainda encara ônibus lotado e longos percursos e nem por isso desiste!!!! 
 
FZ

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Medo de NÃO Ficar Sozinha.



A gente muda tanto.....coisa de louco!

Há uns dez anos atrás eu estava numa mega crise com um namorado e lembro que meu maior medo era : FICAR SOZINHA!!!! Pânico de me ver sem um (merda) de namorado.

Estou solteira faz pouco mais de seis meses, e acho que agora eu realmente aprendi a ficar comigo. Esse processo não é fácil,mas muito recompensador.
Agora o meu medo é de NÃO FICAR SOZINHA! Estou amando o prazer da minha companhia, o prazer de ser dona do meu tempo, o prazer da solidão (como já dizia Marina Lima).

FZ

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Frio, cama e Livro novo.

Começou o inverno! Cama mais cedinho, chá, vinho, filmes e LIVRO NOVO!!!!!
Comecei a ler um livro que compre já faz um tempo....comprei por impulso e fui deixando ele de lado, até que o resgatei da pilha de livros da minha cabeceira.

Uma Vida Inventada
Memórias Trocadas e Outras Histórias
Maitê Proença
Estou adorando o Livro, rolou um química, empatia total. Impossível não me reconhecer em muitas de suas páginas.

Vou trasncrever alguns trechos:

" Tem um congestionamento dentro de mim. São muitas pessoas querendo falar, se exibir, se expressar."

" Por que nessas horas a gente diz coisas que nunca pensou? Depois fica aquele vaso quebrado no meio do peito, a gente tentando remendar o que se partiu no vício de não se conter. Coisa repetitiva...."

" E, assim enganando-me, deixei de ser uma pessoa assustada e defendida, para aprender que não se morre de intensidade. Morre-se , ao contrário, pelo embrutecimento. Deve ser por isso que hoje a medida das coisas muitas vezes  me escapa."

" Há exeçoes, claro. Esta mulher ultra saudável habita minha face solar; existem porém outras criaturas servindo-se deste corpo"
".....mas, como a evolução se dá a passos lentos, ainda gosto de beber.Gosto mais do que devia, e bebo mal. nâo paro na hora certa e adoro a sensação de estar com o pensador anestesiado e os sensores aflorados.Agressiva não fico, o que me bate é uma alegria esfuziante e totalmente fora de tom para mulher da minha idade. Além do mais, se bebo um pouco, fumo cigarros, que já larguei a muitos anos e que me destroçam o corpo no dia seguinte. São deslizes das faces sombrias.Ainda bem que as sombras tendem a ser dóceis e e aceitam limites com facilidade"

Tem muito mais, mas ficaria muito chato ficar transcrevendo tudo oque eu leio.
Mas é impressionante como foi bom encontrar esse livro na pilha logo agora. Momento exato!
Estou numa fase super introspectiva, reavaliando muitas coisas, querendo ficar sozinha.
Ando sem vontade de conversar.
Sem vontade de ver gente.

Ando muito realista, cartesiana, prática....estou embrutecendo. E não estou gostando disso.
Mas ao mesmo tempo acho que é preciso cair para levantar.

FZ




sábado, 24 de março de 2012

" hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamas "

Estou com um sensação quase que continua de cansaço e desanimo.....parece que a chama está se apagando. Em alguns dias até me sinto melhor, dá um gás e a chama volta a ter uma intensidade um pouquinho mais alta. Mas depois de alguns dias ela fica fraca de novo.....e assim eu vou tocando.

Acho que isso é a ressaca de anos de altíssima intensidade. Fase essa onde houve muito desperdício de energia. Energia preciosa mal empregada em coisas e pessoas que não valiam a pena. Mas enfim, me ajudaram a amudereçer.

Odeio me sentir assim....sem gás, sem vontade, sem foco, cansada e desanimada.
Estou louca para que comece um novo ciclo. Agora com a energia canalizada e com o foco ajustado.
Porque " hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamas "

FZ

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Eu adoro o meu trabalho!!!!!

Eu adoro o meu trabalho! Sei que sou uma privilegiada.
Eu gosto tanto, ao ponto de saber que meu meu salário não é tão bom quanto eu gostaria,mas mesmo assim eu continuo trabalhando feliz.
Gosto de me envolver em questões institucionais. Gosto do espírito de equipe. Adoro me envolver em brigas por melhores salários e condições de trabalho.....enfim não consigo fazer o feijão com arroz e ir para casa.
Pode ser que eu seja um sonhadora, mas eu preciso disso para viver.
Preciso sentir que estou dando o meu melhor sempre.

FZ

domingo, 26 de fevereiro de 2012

bem normal, bem calmo, bem bom....

Passei um final de semana muito bom!
Grudada com a minha irmã e com o meu afilhado.Passeamos, jantamos e almoçamos juntos todos os dias. Brincamos, conversamos e fizemos planos.
Assisti a três filmes bem levinhos e deliciosos.
Recebi a visita de uma amiga querida. Eu, ela e minha irmã colocamos o papo em dia. Falamos sobre filhos, trabalho, relacionamentos..... aquele papo de mulher .Mas com uma vantagem: Esse papo rolou entre amigas que tem muita intimidade, sem fírulas , sem rasgação de seda, sem tiração de onda, sem ter que fingir que estamos vivendo num comercial de margarina.
Passei uma máscara no cabelo e outra no rosto.
Fique feliz com a noite linda de sexta, com a chuva do sábado e com o dia ensolarado do domingo.
E para terminar assisti uma entrevista com o Luiz Felipe Pondé, no De frente com Gabi!!!! Adoro ambos!!!
Coisas tão simples que me fazem muito feliz!!!!!

Obs
:A máscara que usei no cabelo é a Reconstrução e Força da TRESemmé, baratinha é muito boa! meu cabelo está tudo!!!!!!

bjs

FZ

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

...tão sem saco para escutar frases feitas e aqueles papinho que parecem ter sido tirados de uma livro de auto ajuda..

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Algumas mudanças, pero no muchas.

Andei lendo alguns "posts" antigos e não pude deixar e notar como eu mudei em relação a algumas coisas. E ao mesmo tempo sou mais convicta de tantas outras.
A primeira mudança é a minha relação com o consumo. Hoje eu não sou mais escrava do consumismo. Minha relação com o ato de consumir está muito mais sadia e normal. Não que eu não sinta vontade de comprar. Claro que eu sinto, mas consigo pensar antes de sair comprando por impulso.
Não me sinto mais vulnerável em relação ao sexo oposto. Comecei a enxergar os homens com um olhar tão realista, que chega a ser triste. Definitivamente o tempo da inocência acabou. Estou tão céptica ao ponto de achar as letras das músicas românticas patéticas, simplórias e ridículas.
Podem achar que estou com uma dor de cotovelo mal curada, ou recalcada...... mas o pior é que não me sinto assim. Só acho que estou muito prática e pé no chão.
Hoje acho que morar sozinha deve ser muito bom. Mas morar sozinha mesmo, sem cachorro, sem gato sem papagaio.
Só tenho ainda mais certeza de que não preciso provar nada para ninguém. Não vim ao mundo para ser unanimidade.
Odeio tiração de onda, chiliques, fofocas e frescura. Vamos simplificar a vida.
Amo rock, praia, verão e bater papo.
Adoro gente com opinião e convicção.
Bons argumentos são sempre bem vindos.
Continuo adorando pensar, ver as coisas por outro angulo e mantenho o hábito de me colocar no lugar do outro sempre.

FZ

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Formigas e Cigarras

Eu me sinto uma formiga com alma de cigarra; ou será uma cigarra com alma de formiga?
Ou quem sabe uma cigarra tentando se convencer que tem que ser uma formiga?
Outra hipótese é a de eu ser uma cigarra, que foi adotada por uma familia de formigas?
Crise de identidade?
Ou será que posso ser uma cigarra-formiga?
Ser cigarra é bem mais divertido, mas ser formiga é muito mais seguro e prudente.
Acho que vou continuar vivendo assim..... horas formiga, horas cigarra.

domingo, 2 de outubro de 2011

Férias!

E andava tão ansiosa, tão triste, tão perdida e cansada.
Muuuito cansada!!!
Emocionalmente cansada;
Fisicamente cansada;
Mentalmente cansada;
Então resolvi tirar míseros dez dias de férias.
Férias para ficar em casa, arrumando gavetas, closet, livros;
Férias para assistir filmes que saíram de cartaz e não tive tempo de ver no cinema;
Férias para ler dois livros ao mesmo tempo;
Férias para caminhar em Ipanema as 10 da manhã;
Férias para dormir até ao meio dia;
Férias para curtir meu afilhado que é o meu grande amor;
Férias para bater papo com a minha irmã;
Férias para bater papo com a minha mãe;
Férias para me reencontrar, para rever atitudes, para ajustar o foco.
bjs
FZ

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Descoberta interessante.

Lendo as páginas amarelas da veja da semana passada fiz uma descoberta bem interessante : O filósofo brasileiro Luiz Felipe Pondé.
Na entrevista ele ataca o esnonismo hipócrita dos "jantares inteligentes".

Como gostei muito da entrevista vou ser obrigada a transcrever uns pedacinhos....

"Veja: Quais são os temas mais comuns da conversa de um jantar desses?
Luiz: Filhos são um tema recorrente. Todos falam de como seus filhos são diferentes dos outros porque frequentam uma escola que cobra 2000 reais por mês mas é de esquerda e estuda a serio o inviável modelo cubano. Ou dizem que a filha já tem consciência ambiental e trabalha em uma ONG que ajuda as crianças da África. Também se fala sempre de algum filme chatíssimo de que todos fingem ter gostado para mostrar como têm repertório. Mais timidamente , uma certa preocupação com a saúde e o corpo. Reciclar lixo e, mais recentemente, andar de bicicleta também são temas valorizados...."
"Veja: Que assuntos são tabu?
Luiz:......Hoje todo mundo diz que tem um desempenho maravilhoso, e que vive uma relação de troca plena com seu parceiro ou parceira. Eu considero a revolução sexual um dos maiores engodos da história recente. Criou uma dimensão de indústria, no sentido de quantidade, das relações sexuais - mas na maioria são muito ruins, porque as pessoas são complicadas."

Gostei de ler a entrevista. Vou pesquisar mais sobre esse cara e tentar ler mais alguma coisa dele. Adoro pessoas criticas. E Luiz é muito bom em criticar certezas e lugares comuns.

FZ

sábado, 16 de julho de 2011

Exausta

Ando tão cansada de mim.... cansada da minha passionalidade, da minha insegurança, das enrascadas em que eu entro, da minha inquietude, da minha mania de tentar controlar tudo e todos, da minha ansiedade escravizadora...
Como seria bom se fosse possível eu dar um tempo de mim..... Acalmar meu coração e minha mente.Dificíl......que cansada de mim que eu ando.

terça-feira, 8 de março de 2011

Conselhos...

Se eu pudesse dar conselhos eu diria: Leia mais; escute mais; escute as músicas que você gosta; não culpe-se; perdoe; cuide da sua saúde sem paranóias; beba com moderação; nade; caminhe; trabalhe com foco, busque a sua identidade; não use drogas; cuide da sua família; livre-se do consumismo; contemple o mar, o sol, o verde; seja gentil e educado; respeite-se; seja solidário; trate-se bem; cuide dos mais velhos e proteja as crianças educando-as.

bjs

FZ

terça-feira, 1 de março de 2011

Minha nova paixão

Faz um pouco mais de seis meses que estou completamente apaixonada.Esta paixão se chama Benício!!!! é meu sobrinho e afiliado. Filho da minha irmã que além de irmã é minha amigona e cúmplice. E além de tudo isso ela me deu o melhor presente da minha vida ,que é ser a dinda do gordinho!
Eu não imaginava que amaria tanto esse gurizinho. Mas quando eu vi ele ali, pequeninho e indefeso, explodiu todo o meu amor por ele.
Cada dia é uma descoberta...ele vai evoluindo e me encantando dia a dia, com seus barulilhos, risadas, chorinhos, manhas.......
Ele aflorou ainda mais meu lado materno, que antes existia, mas estava canalizado de outra maneira.
Paixão da Dinda, O melhor abraço do mundo, a melhor parte do meu dia. Eu amo esse principezinho de pele branquinho com todas as minhas forças.Faria qualquer coisa por ele.
Podem dizer que estou desesperada por ser mãe....na verdade oque eu quero agora, é ser a Super Dinda do Benício.

bjs

FZ

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Queria viver num mundo onde todas as crianças fossem protegidas, amadas e cuidadas.
Sofro a cada notícia, onde se constata, que estes serzinhos tão incríveis, são VÍTIMAS dos adultos. Desde abusos de todas as espécies cometidos contra elas (que na minha opinião, pessoas que os cometem não são pessoas, nem bichos, são monstros e não deveriam participar dos tais direitos humanos), até toda e qualquer irresponsabilidade de lidar com estes seres tão especiais.
Estes dias, vendo o jornal do almoço, vi uma notícia onde um bebê de 5 meses tinha sido estuprado pelo pai... Geeeeeente!!! O que é isso?!!! Que mundo é esse?!!! O que se passa pela cabeça de uma coisa dessas?! Pq é uma coisa e não um ser humano! É PRECISO FAZER ALGO!!!
Dia 18.02, uma MÃE, joga o bebê recém-nascido, ainda com o cordão umbilical, num córrego. Parece mentira! ABSURDO!
Quinta-feira, dia 24.02, um bebê é vítima de um adulto, que depois de beber cerveja e sair dirigindo em alta velocidade, faz com que o carro onde estavam, caísse num rio, no Rio de janeiro. O bebê, depois de 20 minutos de agonia, submersso nas águas do rio é salvo, mas morre no outro dia. O motorista, IRRESPONSÁVEL, saiu do rio caminhando!
No final do ano passado, um caso de maus tratos de uma babá contra gêmeos, de 10 meses, que já eram "cuidados" por esta mulher desde 4 meses, me deixou doente... Me dá uma coisa só de pensar em todo esse tempo.
Isso sem falar na IRRESPONSABILIDADE, de mães e pais, que não tem nem o que comerem, colocarem várias crianças no mundo... Tenho pena dessas crianças. Pelos pais destas, sinto indignação!
Me dói a alma só de pensar em todo o sofrimento dessas vítimas da doença, irracionalidade e irresponsábilidade dos adultos.
Ser mãe ou pai ou estar de um jeito ou de outro responsável por uma criança é ato IMPORTANTÍSSIMO, coisa pra levar muito a sério!
Tenho medo de saber que vivo no mesmo mundo que esses monstros!
Acho que em muitas dessas questões, as sociais, pelo menos, o governo precisa interferir de maneira grotesca. Sem deixar poréns... a final de contas, CRIANÇA É UM ASSUNTO MUITO IMPORTANTE!!! Na minha opinião, O MAIS IMPORTANTE!!!
Além de outra coisas, é necessário ter um controle de natalidade rigoroso e urgente!
Além de ajudar no que posso, eu rezo! Rezo para que exista menos doença nas cabeças dos adultos. Rezo para que o mundo fique melhor. Rezo... Rezo... Rezo...
Rezem e façam a sua parte!

P.A.Z.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

100% mãe!

Estou numa fase 100% mãe e atualmente acho tão difícil me imaginar outra coisa. Acho muito legal quando sei de mulheres que são, além de mães, uma mulher "completa", mas isso para mim, ainda parece estar bem distante.

Ainda bem que o meu marido é o mais legal do mundo, pois o coitado está total em segundo plano... isso além de "aturar" uma mulher que deu uma esquecida da vaidade.

Fico em função do meu filhote o tempo todo e quando ele dorme... adivinhem! Eu só quero dormir também.

Isso tudo não está sendo um problema, mas acho que daqui um pouco vou ter que achar um tempinho para ser outras coisas, além de mãe.

Estou amando ser mãe! Nunca pensei que me sentiria tão feliz não me sentindo estéticamente ok, não dormindo direito, não podendo fazer coisas básicas na hora que quero, não sendo mais dona da minha vida e muito menos dos meus horários e etc... Mas o fato é que NUNCA me senti tão realizada e feliz do que agora.

Sinto que não sou mais dona da minha felicidade. A minha felicidade está entregue nas mãos do meu filho. Para eu estar feliz ele tem que estar bem. É muito louco isso! E ao mesmo tempo a felicidade é muito mais fácil de tocar.

Enfim gente, ser mãe é, realmente, padecer no paraíso! É a aventura mais maravilhosa! Eu aconselho!

Beijo!
P.A.Z.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Tudo ou Nada?

Eu estava tão tranquila......me sentindo tão habilidosa, equilibrada e serena.
Até que resolvi voltar a viver a vida em suas diversas facetas..... em menos de duas semanas já estava me sentindo agitada, ansiosa e já não tão habilidosa.
Sempre que retomo a minha vida em sua plenitude, acabo me atrapalhando. Não consigo dosar a minha energia equilibradamente.
Quando me dou conta estou no olho do furação.Se tento sair é pior, sou jogada para fora com uma força capaz de trazer lesões ireversíveis e causar feridas profundas.
Então o melhor é ficar quietinha, observando a força da ventania e as consequecias que ela vai trazer....então tenho que ficar ali, no centro de tudo.... pensando, pensando e pensando.
Muitas vezes na minha vida me vi apavorada com a força dos meus sentimentos, como posso fazer uma brisa virar um furação!?
Chega uma hora que o furação vai perdendo a força e vem a calmaria...........calmaria que as vezes vira um marasmo, que beira ao tédio e a apatia.
Não consigo ser metade.Sou tudo ou sou nada!!!!!!!!!

FZ

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Desconstruções

Eu lembro tudo. O primeiro filme, a primeira vez. As palavras não ditas, as não escritas, as filosofias (que estavam por vir), as construções (que estavam por acontecer), as viagens que estávamos por fazer e até que as que vieram sem querer. Eu lembro tudo. As inseguranças, as frases que saíram por querer. Quebraram o que tinha que ser. As inquietudes, as descontruções que fomos obrigados a fazer. Eu lembro tudo e agora comparo mil mundos. Mil novas visões. Vilões. Desconstruções. Reconstruções. Prováveis, desilusões. Saudades do que fomos, do que pretendíamos ser. Do que não podíamos mais entender. Eu reparo em todos ao meu redor. Será que eles sabem o que seu sei? Eu lembro tudo. Comparo tudo. Vivo tudo. Desconstruo tudo. Reconstruo tudo.

LG

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Amanhecer é preciso

Minha nostalgia se perde entre lembranças do que fui e medo do que serei, mas é preciso amanhecer.
Abrir as janelas e o coração. Deixar entrar os raios de sol e seguir em frente.
Percorrer os caminhos que a vida me reserva.
Deixar que a energia penetre em cada célula e renove meus tecidos. Brilhar.
Abrir as portas, as janelas, a alma.
É preciso AMANHECER.

LG.

sábado, 25 de dezembro de 2010

Encerramento 2010.

No lugar de fazer uma retrospectiva 2010, eu como uma boa contadora que sou, prefiro fazer um "Encerramento do exercício 2010".
Legenda:
NA: Não atendeu as expectativas
APE: Atendeu parcialmente as expectativas
AP: Atendeu as expectativas
SE: Superou as expectativas

Trabalho: SE
Família:SE
Vida Pessoal:NA

Conclusão: Não criar expectativas. Sempre que esperamos e idealizamos alguma coisa, o resultado é o mesmo:NA.

bjs

FZ

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Terapia solar.


Eu sempre amei o sol. Adoro ficar horas jogada sentindo o calor do sol no meu rosto e corpo....de olhos fechados em silêncio, é praticamente um ritual de meditação. Consigo esvaziar a minha mente e me concentrar só na sensação do calor no meu corpo.
Sei que a exposição ao sol está cada vez mais perigosa, mas para isso temos os filtros e bloqueadores solares.
Andava bem desanimada, cansada, com frio......até que no último feriado acordei e vi aquele dia maravilhoso: sol e temperatura agradável. Não pensei duas vezes e me joguei ao sol ( devidamente protegida).
Nossa que maravilha!!!! que sensação boa, bem estar, relaxamento.....minha mente foi esvaziando e eu me concentrando na minha respiração então resolvi fazer um alongamento e foi ainda melhor.
Dormi melhor naquela noite e fui trabalhar com muito mais disposição no outro dia.
Hoje pensando sobre a sensação maravilhosa que tive me veio a lembrança da " Cerimonia do sol" que acontece todos os finais de tarde na Casa Pueblo, em Punta Ballena no Uruguai.
Sempre que assisti a essa cerimonia me emocionei muito, fico arrepiada e com lágrimas nos olhos.
Vou transcrever alguns dos meus trechos preferidos.

"......Hola Sol …! Otra vez sin anunciarte llegas a visitarnos. Otra vez en tu larga caminata desde el comienzo de la vida.
Hola Sol…! Con tu panza cargada de oro hirviendo para repartirlo generoso por villas y caseríos, capillas campesinas, valles, bosques, ríos o pueblitos olvidados.
Hola Sol…! Nadie ignora que perteneces a todos, pero que prefieres dar tu calor a los más necesitados, los que precisan de tu luz para iluminar sus casitas de chapa, los que reciben de la energía para afrontar el trabajo, los que piden a Dios que nunca les faltes, para enriquecer sus plantíos, y lograr sus cosechas. Es que vos, Sol, sos el pan dorado de la mesa de los pobres. Desde mis terrazas te veo llegar cada tarde como un aro de fuego rodando a través de los años, puntual, infaltable, animando mi filosofía desde el día que soñé con levanta......"

".....Hola Sol…! Gracias por volver a animar mi vida de artista. Porque hiciste menos sola mi soledad. Es que me he acostumbrado a tu compañía y si no te tengo, te busco por donde quiera que estés....."

".....Chau Sol…! Cuando en un instante te vayas del todo, morirá la tarde. La nostalgia se apoderará de mí y la oscuridad entrará en Casapueblo. La oscuridad, con su apetito insaciable penetrando por debajo de mis puertas, a través de las ventanas o por cuanta rendija encuentre para filtrarse en mi atelier, abriéndole cancha a las mariposas nocturnas....."

".....Chau Sol…! Te quiero mucho…Cuando era niño quería alcanzarte con mi barrilete. Ahora que soy viejo, sólo me resigno a saludarte mientras la tarde bosteza por tu boca de mimbre....."

".....Chau Sol…! Gracias por provocarnos una lágrima, al pensar que iluminaste también la vida de nuestros abuelos, de nuestros padres y la de todos los seres queridos que ya no están junto a nosotros, pero que te siguen disfrutando desde otra altura....."

".....Adiós Sol…! Mañana te espero otra vez. Casapueblo es tu casa, por eso todos la llaman la casa del sol. El sol de mi vida de artista. El sol de mi soledad. Es que me siento millonario en soles, que guardo en la alcancía del horizonte....."

Carlos paez vilarró.

FZ

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Pagando a conta.

Acho que o grande objetivo de qualquer pessoa é ser feliz.
Quando a gente é mais jovem acha que temos que ser felizes sempre e para sempre!!! Depois de algum tempo nos damos conta que a vida é feita de momentos felizes, ilhas de felicidade.
Acabamos projetando a felicidade fora de nós. Achamos que só vamos ser felizes quando tivermos dinheiro, um emprego maravilhoso, um (super) homem( inteligente, bonito, carinhoso trabalhador e bem sucedido) apaixonado pela gente, saúde, família, carro, casa na cidade, casa na praia, casa na serra, viagens, um corpo perfeito, um rosto impecável.............
Daí quando a gente se dá conta, que investiu toda a nossa força e esperança em algo (ou alguém) que não correspondeu as nossas expectativas........... é desesperador!!!! A vida vem e mostra a conta , que será paga com muitas lágrimas e decpeção.
Comigo sempre foi assim. Será que um dia eu aprendo, que para ser feliz é fundamental assumir a responsabilidade de ser feliz?
FZ

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Meu pimpolho!

Estou na véspera do dia mais INTENSO de toda a minha vida. Noooossa! Do contrário que muitas pessoas me falaram, esses 9 meses de gestação, passaram voanda! O mais rápido, foi justamennte, o terceiro trimestre, que muitas pessoas dizem que se arrasta.

Tô vivendo um mix de sentimentos. Ansiedade! Felicidade! Medo! Saudade! Serenidade! Paz! E alguns outros sentimentos que não sei nomear. Tô louca pra ver o meu filho! Pegar ele, olhar pra ele e ver que ele está bem.

Mesmo eu tendo uma gravidez ótima, sempre constatando que ele está bem saudável e que está tudo bem, fico querendo ver, tocar e me certificar que realmente está tudo lindo com o meu pimpolho.

Dizem que é a na maternidade que conhecemos, de verdade, o sentimento de "culpa" e acho que é verdade, pois ele nem nasceu e já começo a achar que podia ter sido melhor mãe na minha gravidez, apesar de ter sido uma chata com todos os detalhes. Segui a risca tudo o que a minha médica mandou, mas sei lá, acho que podia ter feito mais...

É incrível o que faz a maternidade. Acho que esta é a grande oportunidade da mulher se tornar um ser humano melhor. No meu caso, nunca fui muito egoísta, mas o que tinha de egoísmo em mim, simplesmente não vejo mais. Comprei e compro coisas para o meu filho sem nem pensar. Nunca fui muito consumista, mas neste caso, tudo o que me diziam que era bom para ele, tanto para o seu desnvolvimento e também para suas memórias, no futuro, dei um jeito de comprar.

Na reta final, mais do que em qualquer outro momento da minha gestação, choro por tudo! Fiquei ainda mais sensível para questões sociais, que envolvam crianças. Quero fazer alguma coisa boa para quem não tem a sorte de ter um lar e que sofre. Tenho a sensação que posso mudar o mundo! Hehe... Junto com o meu filhote e tendo todo esse amor dentro de mim, acho que realmente posso fazer tudo de bom.

Tenho noção que estou prestes a viver a maior aventura da minha vida! Quero ser a melhor mãe e ser humano possíveis. Quero, mais do que tudo, que o meu filhão seja uma criança, adolescente, adulto e idoso FELIZ, SAUDÁVEL, SOLIDÁRIO, AMÁVEL, INTELIGENTE e enfim um baita cara.

Então é isso... Vou lá curtir os últimos momentos da barriga.

PENSAMENTO POSITIVO, SEMPRE!

P.A.Z.

sábado, 17 de julho de 2010

Sábados de Inverno

Banho quente, cama, computador, jornal de domingo, tv, chá, livro, soninho........ADORO!

FZ

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Eu queria ser um urso.

Eu odeio frio!
Fico muito desanimada. Tudo fica muito mais difícil.
A minha respiração fica difícil,
Malhar se torna quase impossível,
Tomar banho passa a ser um mal necessário,
Acordar na hora certa é muito complicado.....
Na verdade eu queria virar um urso no inverno e poder hibernar sem culpa.Ficar dormindo bem quentinha até a primavera chegar.
As vezes eu até penso em dar uma volta, ir a um bar, a um show, ao cinema......mas nada é melhor que ficar em casa deitadinha na minha cama.
Eu juro que me esforço para levar uma vida normal no inverno, mas é muuuuito difícil.


FZ

sexta-feira, 2 de julho de 2010

O hexa vai ficar p próxima!

O Dunga é o cara! Ele merece mto respeito! Ganhou quase td na sua ESTRÉIA como técnico, já encarando a seleção brasileira e TUDO o q engloba ela... COISA ND FÁCIL P/ NGM! Futebol é uma loteria. Não adianta! Todo mundo sabe disso. Como sempre, as pessoas procuram terceiros p/ culpar pelas suas frustrações.

EU SOU FÃ DO DUNGA! Não acho ele prepotente. Ele só não é puxa saco d ngm. Acredita e vai atrás, n cedendo as pressões e aos modismos.
Fico impressionada c a inversão d valores d mtas pessoas. As vezes é melhor ser um simpático fdp do q um cara q fica na dele e fala o q pensa e q tem caráter.

É assim em qq lugar... até ...na política a gente nota isso. Vai ver é por isso q o Brasil tá nessa.

P.A.Z.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Sem Teto

Inventei de fazer uma reforma no meu quarto. Inicialmente ele duraria apenas duas semanas.....mas já se vão cinco semanas e nada de terminar a obra.
O quarto está ficando otimo....mas cada dia que passa eu estou ficando mais surtada pelo fato de estar acampada no quarto da minha mãe.
Eu tenho uma convivência super tranquila em casa com a minha família. Só saio de casa para casar.Deus me livre morar sozinha. Preciso de gente perto de mim, não me imagino morando completamente sozinha.
Mas ficar sem quarto é ficar sem o mínimo de privacidade.
Não encontro minhas roupas, meus sapatos....não encontro nada!!!!! Estou quase enlouquecendo, impressionante como isso tem me deixado estressada.
Acho meu desconforto bem ridículo se me comparo aos milhares de sem teto que temos no mundo.Ter o nosso canto, a nossa privacidade é fundamental para equilibrarmos as nossas energias e nos conectarmos com a nossa identidade.
Vai passar.
Espero que até sábado já possa me mudar para meu quarto novo com um closet enorme e muitos espelhos.

bjs

FZ

segunda-feira, 31 de maio de 2010

"loucura é não poder exercer a loucura"

Li um texto do Fabrício Carpinejar no último domingo que é simplesmente tudo!
Fiquei chocada! Parece que ele leu os meu pensamentos, escreveu exatamente o que eu estava sentindo naquele exato momento.
Quando leio coisas assim me pergunto: Porque terapia? um bom livro é muito mais barato.
Sou obrigada a transcrever algumas partes.
"Prefiro uma mulher que me ofenda tudo num dia do que uma mulher que me ofenda um pouco por dia. É melhor. Mais sadio. Menos insano."

"Pior que ciúme é a falta de ciúme. A indiferença é uma doença muito mais grave. Alguém que não está aí para o que faz ou não faz, para onde vai e quando volta. De solidão , chega a do ventre que durou nove meses."

" Tão cansativa essa mania de ser impessoal no relacionamento, de ser controlado , de procurar terapia para conter a loucura. Loucura é não poder exercer a loucura."

"Permita que sua companhia seja temperamental, intensa, passional. As consequências são generosas. Ela suplicará o esquecimento com mimos, sexo e delicadeza. O perdão é sempre mais veemente do que o rancor."

Vou ter que comprar esse livro! " Mulher Perdigueiro".

bjs

FZ

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Entrevista Súper INTENSA!!!


Amigas,


Promessa feita é promessa cumprida. Lá no meu último post havia prometido uma entrevista com minha cantora predileta, mas devido a sua agenda lotada ( e a minha também) tivemos que esperar um pouquinho para publicá-la. Agora, segue na íntegra para que vocês possam acompanhar. Ah... e não deixem de ir ouvir as músicas dela no my space. O endereço, segue lá embaixo, no final da página.

Nome:Fernanda Copatti Corte Real
Idade: 32
Profissão: Cantora
Grau de Intensidade: ( ) baixa ( ) moderada ( x ) 220

I - Com quantos anos começou seu interesse pela música?
F.C - Desde sempre! A música sempre foi importante pra mim e sempre esteve perto. Eu sempre conto isso, com dois anos eu decorei um disco do Ivan Lins, inteiro! O amor pela música veio comigo, não sei de onde, mas veio...

I - É fácil ser vocalista e compositora de uma banda produzida e composta só por meninos?
F.C - Não, não é nada fácil... Eu amo os meus músicos, meus produtores e todos os envolvidos no trabalho. Mas ser a única mulher, às vezes, pesa. Meninas e meninos são diferentes, se expressam e sentem de forma diferente. Mas a nossa relação é saudável e leve. Na verdade, eles sofrem mais que eu... Minha TPM é pra matar!!

I - Fale um pouco desta experiência e do CD Novo...
F.C - O contato com a banda iniciou depois que eu fiz as gravações que estão lá no Myspace. E isso me transformou, como cantora e pessoa. Evoluo a cada ensaio, de verdade. Os meninos são, realmente, muito bons, trazem ideias para o trabalho e tudo mais... Em junho eu reinicio as gravações, com a intenção de finalizar o cd. Agora estou no processo, doloroso, de escolha de repertório. O Duda (Edu Fortuna, produtor) tem muitas músicas bacanas, temos juntos outras tantas, é tão difícil escolher! Faz parte... Mas vai convencer a intensa aqui, que quer tudo e já! Hahaha!

I - Além da banda, tu também tens um blog de poesias ... onde buscas inspiração para compor e escrever?
F.C - A minha inspiração vem dos lugares mais loucos, de coisas que eu leio, escuto, de uma mulher que passa na rua e, principalmente, do que eu sinto... Eu vou armazenando tudo, até que paro pra escrever e tudo toma forma. Não sofro muito pra compor, não. A inspiração vem ao natural..

I - Você se define uma diva e também uma intensa. Defina uma diva intensa.
F.C - A Diva começou de brincadeira, uns amigos me deram esse apelido e ele pegou. Hoje ela virou o meu escudo, me protejo com ela. Eu sou MEGA intensa, em tudo. Se eu gosto eu AMO, se desgosto ODEIO. Meu riso é largo, meu choro é profundo. E por aí vai. E a minha Diva, não é diferente disso: ela canta, desafina, fica puta, se exibe, brilha, seduz... Tudo é muito, tudo é show!

I - Qual foi o seu ato mais intenso?
F.C - Ter largado tudo, faculdade de jornalismo, a agência que eu trabalhava e que hoje é minha grande parceira (
www.bureaudeestrategias.com.br), para investir na minha carreira de cantora. Isso foi super intenso!

I - Qual o seu impacto?
F.C - Foi profundo. Mudei tudo! Só para dar uma ideia: emagreci 20 kg sem dieta, só cantando. Cantar me realiza muito! Hoje eu só me dedico à música, e isso não é fácil. Já que estou no início, dando os primeiros passos. Mas como não tenho dúvidas de que tudo vai dar certo, quando a coisa pesa eu paro, respiro e sigo em frente!

I - Quais suas expectativas para o futuro?
F.C - Sucesso, sucesso e sucesso! Que eu possa levar a minha música aos mais diversos lugares, que a minha voz ecoe pelo mundo...

I - Deixa uma canja pra gente:

F.C - Um pedacinho de uma música do Chico Buarque, que diz muito sobre mim: "Pela rua virando lata/ Eu sou mais eu, mais gata/ Numa louca serenata/ Que, de noite, sai cantando assim..."

Para entrar em contato
com a Fê Copatti, ligue: 9143.2827


Ouça a Fê no my space: http://www.myspace.com/fernandacopatti


Se você também é intensa ou intenso, tem uma personalidade forte e uma história interessante, entre em contato com o blog!


Bjo,bjo,bjo


LG


domingo, 23 de maio de 2010

Tudo sob controle

Eu sou muuuuuito ansiosa imaginem como ficar com "tudo sob controle" é difícil para mim.
Para eu ter a sensação que estou sob o comando da minha vida tento manter um rotina saudável. Dormir 7 horas por dia,ficar concentrada no trabalho, malhar 4x por semana, não exagerar na comida e na bebida, controlar os gastos, e principalmente tentar racionalizar os meus sentimentos ( isso sim é muito difícil).
Tem épocas que consigo fazer isso com mais facilidade. Em outras, é praticamente impossível.
Utilizo algumas técnicas para me sentir no controle da situação, como organizar meu quarto, meu guardo roupas, minhas gavetas, minha bolsa, lavar louça, passar uma máscara no rosto, fazer alongamento, fazer uma dieta liquida no domingo, fazer um fluxo de caixa......nossa!!!!! são várias técnicas.
Hoje resolvi dobrar e organizar as minha roupas, adiantou. Fiquei mais calma, mais tranquila, mais controlada.

bjs

FZ